CPQD adota plataforma Alfresco para troca de documentos eletrônicos com clientes e parceiros

Maurício Vianna

Maurício Vianna

O CPQD adotou o Alfresco como nova plataforma ECM (Enterprise Content Management) para a troca de documentos eletrônicos (mensagens e arquivos) entre seus clientes e parceiros. Multiplataforma, de código aberto e desenvolvido em Java, o Alfresco é uma ferramenta segura e controlada – por meio de autenticação dos usuários.

“Além de seguro, o Alfresco é uma plataforma que pode ser operada com grande facilidade pelo usuário”, avisa o Gerente de Tecnologia da Informação e Comunicação do CPQD, Maurício Vianna. Em todo o mundo, são mais de sete milhões de usuários, mais de três mil empresas em 180 países que utilizam a tecnologia. “Buscamos colocar em prática nossos valores de inovação, excelência, respeito, confiança, objetividade e parceria”, enfatiza o gerente.

A área de Documentação do CPQD – responsável pelo versionamento, pela salvaguarda e distribuição dos documentos – iniciará, em março, a entrega de documentos a clientes utilizando o Alfresco. Embora o procedimento de download de documentos seja intuitivo e simples, o CPQD dará o suporte eventualmente necessário aos clientes.