Agência Conceito da Cemig usa tecnologia e know-how do CPqD

Agência Conceito da Cemig usa tecnologia e know-how do CPqD

A tecnologia e o know-how do CPQD estão presentes na Agência Conceito da Cemig, inaugurada na sexta-feira, dia 17 de março, em Belo Horizonte. Logo na porta de entrada, os visitantes recebem as boas-vindas de uma recepcionista virtual, que usa sensores de presença.

Primeira do país no setor de energia a oferecer formas de interação exclusivas e inovadoras, voltadas, sobretudo, para pessoas com deficiência, mobilidade reduzida e baixo letramento, a agência foi concebida e instalada de forma experimental com recursos do Programa de Pesquisa e Desenvolvimento da Aneel.

O time de especialistas do CPQD atuou no planejamento da agência aplicando modelos de interação homem-máquina e no desenvolvimento de framework com mais de 20 aplicações que oferecem atendimento ao consumidor no momento em que ele solicita serviços de emissão de segunda via de contas, histórico de consumo, podas de árvores, entre outros.

O projeto foi concebido para oferecer total autonomia ao usuário da Cemig: o amplo espaço da loja conta com sistema de senhas, telas interativas com tecnologia touchscreen, som direcional com áudio privativo e diversos serviços digitais.

A agência não possui obstáculos físicos e é toda sinalizada para atender às necessidades de clientes cadeirantes. As pessoas com deficiência visual dispõem de um mapa em Braille na entrada e piso tátil para guiá-las até o local de atendimento, após a retirada da senha. Ferramentas de videoconferência, oferecidas pelas atendentes do local, estão à disposição, caso o cliente prefira conversar diretamente com um representante da Cemig.

“O projeto foi um grande desafio. Empregamos conhecimentos em computação cognitiva e avançada e também toda a nossa paixão por temas como usabilidade e acessibilidade”, conta Norberto Alves Ferreira, Gerente de Tecnologias em Processamento de Fala e Imagem e Mobilidade do CPQD. “Trabalhamos muito fortemente em oficinas com pessoas com algum tipo de deficiência para conceber todas as interfaces”, informa.

Agência Conceito da Cemig usa tecnologia e know-how do CPqD