CPQD apresenta sua metodologia de avaliação de riscos em IoT em evento na Dinamarca

CPQD apresenta sua metodologia de avaliação de riscos em IoT em evento na Dinamarca

A metodologia de avaliação de riscos em Internet das Coisas (IoT) desenvolvida pelo CPQD – e aprovada pela IEEE Communications Society – teve sua aplicação em um caso de uso real apresentada na IoT Week Conference 2019, que aconteceu entre os dias 17 e 21 de junho, na cidade de Aarhus, na Dinamarca. Organizado pelo IoT Forum, o evento é referência para a comunidade europeia que atua nessa área e reúne anualmente representantes da indústria, da academia, de instituições de pesquisa e outros atores do universo da Internet das Coisas de todo o mundo.

No Global IoT Summit (GIoTS) – conferência que fez parte da programação da IoT Week -, o especialista em segurança da informação Sérgio Ribeiro participou de um painel em que apresentou os resultados da aplicação da metodologia do CPQD no projeto OCARIoT, que vem sendo desenvolvido por um consórcio internacional com financiamento do Programa Horizonte 2020, da União Europeia, e do Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTIC), por meio da Rede Nacional de Ensino e Pesquisa (RNP), do Brasil. O objetivo do projeto, que envolve 12 parceiros de diversos países – entre eles o CPQD – é utilizar uma solução IoT para promover a adoção de hábitos alimentares saudáveis e de atividades físicas por crianças entre 9 e 12 anos, de modo a contribuir para a prevenção da obesidade infantil.

“O potencial da Internet das Coisas é enorme. Seus recursos, se aplicados de forma correta e com segurança, permitem que se tomem decisões melhores para a sociedade, o ambiente e também para os negócios”, afirma Sérgio Ribeiro. “A IoT Week é o lugar onde pesquisadores e especialistas do mundo inteiro compartilham suas descobertas mais recentes, oferecendo uma visão clara do estado da arte das novas tecnologias nessa área”, acrescenta. É o caso da metodologia de avaliação de riscos em ambientes IoT desenvolvida pelo CPQD – que, segundo Sérgio, encontra-se no estado da arte no que diz respeito à avaliação de riscos e segurança cibernética para Internet das Coisas.

O especialista do CPQD participou também de um painel na IoT Week que discutiu o tema privacidade e proteção de dados pessoais. No debate, que abordou a Regulamentação Geral de Proteção de Dados (GDPR) da União Europeia e a Lei Geral de Proteção de Dados Pessoais do Brasil, Sérgio apresentou o contexto do cenário brasileiro e, também, a abordagem aplicada pelo CPQD tanto no âmbito interno com no apoio a seus clientes e parceiros. “Foi uma oportunidade de mostrar novos modelos relacionados à segurança e à privacidade de dados em IoT, de forma a atender às novas regulamentações”, conclui.