Desafio IoT apresenta resultados na Futurecom 2016

Três soluções para cidades inteligentes foram desenvolvidas dentro da iniciativa, que teve a parceria do CPQD, ITS e Fórum Brasileiro de IoT

Os resultados do Desafio IoT – Cidades Inteligentes, iniciativa conjunta do CPQD, ITS – Instituto de Tecnologia de Software e do Fórum Brasileiro de IoT que foi lançada no Futurecom 2015, foram apresentados na edição deste ano do evento, que se realizou entre 17 e 20 de outubro, no Transamerica Expo, em São Paulo. Do total de mais de 180 inscritos e 34 candidatos capacitados, três projetos foram escolhidos para se transformar em protótipo de produto e foram expostos em  estande localizado no Espaço Inovação do Futurecom 2016.

O objetivo da iniciativa – que contou com o apoio da Provisuale, promotora da Futurecom, e patrocínio da Toshiba e Telit – foi promover a capacitação de pessoas e empresas brasileiras visando o desenvolvimento de soluções inovadoras para cidades inteligentes, dentro do conceito de Internet das Coisas (IoT, na sigla em inglês). Para isso, o Desafio IoT teve várias etapas, que incluíram  capacitação técnica dos participantes via plataforma de ensino a distância (EAD), minicurso de Project Model Canvas, elaboração de planos de negócios e seleção dos projetos a serem desenvolvidos – que contou com assessoria jurídica, empresarial e, principalmente, aconselhamento e tutoria técnica e de negócios.

Desafio IoT apresenta resultados na Futurecom 2016

“Por ser uma iniciativa totalmente nova, no começo, tínhamos algumas incertezas, especialmente em relação ao número de inscritos e se teríamos projetos interessantes ao final”, conta.Vinícius Garcia de Oliveira, especialista em IoT do CPQD, que participou da organização do Desafio IoT. “Para nossa surpresa, tivemos muitas pessoas interessadas e com excelentes currículos. Hoje, vendo os grupos selecionados e os trabalhos apresentados na Futurecom, tenho a certeza de que propusemos o desafio no momento certo e que alcançamos todos os objetivos”, avalia.

Os três projetos em exposição no evento são:

  1. Quero Vaga – sistema (hardware e software) de monitoramento e gerenciamento de vagas de estacionamento públicas e privadas via web. Projeto desenvolvido em parceria pela fluminense Innasa e pela paulista Innowatt.
  2. Smart Environment – dispositivo de monitoramento do meio ambiente, que mede e armazena informações como temperatura, qualidade do ar, chuva, umidade, luminosidade e raios UV, entre outros. Desenvolvido pela empresa IOT4LIFE.
  3. UrbanTree – solução de monitoramento de árvores no espaço urbano; auxilia no gerenciamento e planejamento de poda, além de identificar quais são as árvores mais críticas e que apresentam maior risco de queda. Desenvolvida pela Treevia Forest Technologies, startup instalada no Parque Tecnológico de São José dos Campos (SP).