Metodologia de avaliação de riscos em IoT do CPqD será apresentada em evento internacional

Campinas, 29 de maio de 2018 – Por ser uma combinação entre os mundos físico e digital, a Internet das Coisas (IoT) traz particularidades e riscos inerentes a esses dois ambientes, que precisam ser tratados de forma ampla e global para evitar impactos na segurança tanto das informações como dos ativos e até mesmo das pessoas. Essa é a proposta da metodologia de avaliação de riscos em sistemas IoT desenvolvida pelo CPqD, que será apresentada no Global Internet of Things Summit, evento organizado pela IEEE Communications Society e marcado para os dias 4 a 8 de junho, em Bilbao, na Espanha.

Fruto de mais de 15 anos de experiência em avaliação de riscos em setores e ambientes diferentes – entre eles, telecomunicações, energia elétrica, defesa e segurança e grandes eventos -, a nova metodologia é tema de artigo técnico elaborado por especialistas da área de Segurança da Informação e Comunicação do CPqD, que foi aprovado pela IEEE Communications Society para apresentação no evento. “A validação do IEEE representa um aval muito importante para essa metodologia, que já estamos utilizando na avaliação de riscos em alguns projetos de IoT conduzidos no CPqD”, afirma Emilio Nakamura, um dos autores do artigo (em conjunto com Sérgio Ribeiro).

O trabalho, que tem o título A Privacy, Security, Safety, Resilience and Reliability Focused Risk Assessment Methodology for IIoT Systems, destaca que os sistemas de Internet das Coisas Industrial (IIoT) requerem níveis de segurança distintos, dependendo de cada caso de uso. “A proposta da metodologia é avaliar os riscos levando em conta os diversos elementos, físicos e digitais, que compõem um sistema IoT e também o contexto de uso da aplicação, para definir o nível de segurança a ser aplicado”, explica Nakamura. “Para calcular os riscos de um sistema IoT, a metodologia avalia alguns objetivos básicos: privacidade, segurança física e lógica, confiabilidade e resiliência”, acrescenta.

A apresentação no Global Internet of Things Summit será feita por Emilio Nakamura, no dia 4 de junho. O evento acontece em paralelo à IoT Week, realizada pelo IoT Forum.

Sobre o CPqD

​Com foco na inovação em tecnologias da informação e comunicação, o CPqD mantém um portfólio abrangente de soluções que são utilizadas nos mais diversos segmentos de mercado, no Brasil e no exterior, contribuindo para o aumento da eficiência das organizações, a transformação da experiência com seus clientes, a viabilização de modelos de negócios e a criação de novos produtos. Referência tecnológica no país, o CPqD integra o ecossistema de inovação aberta que vem alavancando o empreendedorismo, por meio de suas competências em áreas estratégicas da transformação digital – como Internet das Coisas, Inteligência Artificial e Conectividade. O CPqD é uma organização privada, com mais de 40 anos, que entrega serviços e desenvolve tecnologias de produtos e de sistemas de missão crítica aderentes às necessidades complexas do mercado. Esses são resultados do seu programa de P&D, que é a base para inovação em suas apostas estratégicas no futuro das cidades inteligentes, do agronegócio inteligente e da manufatura avançada. O CPqD é apaixonado pela tecnologia que gera progresso e promove o bem-estar da sociedade.

www.cpqd.com.br | Twitter | Facebook | Google+ | LinkedIn

Informações para imprensa

Pimenta Comunicação
Rosa Sposito – rosa@pimenta.com
Fone: (11) 2858-9183 / (11) 99701-0359

Isabela Rodrigues – isabela@pimenta.com
Fone: (11) 2858-9153 / (11) 94226-5304

www.pimenta.com
Jornalista Responsável: Regina Pimenta – Mat. Sindical: 5070