Práticas ilícitas e fraude corporativa são tema de evento do CPQD em São Paulo

Com a nova Lei Anticorrupção, as empresas que forem pegas em atos ilícitos poderão ser multadas em até 20% do seu faturamento bruto anual. Além disso, muitas empresas hoje já sofrem perdas expressivas – da ordem de 5% da receita anual – em função de fraudes ocupacionais (ou internas). Esses assuntos serão debatidos em um evento sobre Práticas Ilícitas, que o CPQD vai realizar no dia 21 de maio, com o apoio da IBM, em São Paulo.

O objetivo do evento é reunir um grupo seleto de profissionais e especialistas nessa área para discutir experiências e as soluções disponíveis para evitar a ocorrência de fraudes no ambiente corporativo. Com início marcado para as 9h30, a programação será aberta com uma palestra sobre a fraude corporativa e os impactos da Lei Anticorrupção.

Em seguida, serão apresentadas soluções e estratégias para a detecção, prevenção e investigação da fraude corporativa. O próprio CPQD dispõe de uma solução nessa área – o CPQD Antifraude -, que oferece às corporações a gestão de eventos de segurança integrada à gestão de fraudes, permitindo combater ações fraudulentas antes que elas aconteçam.

Os interessados em participar desse encontro restrito devem fazer sua inscrição pelo site antifraude.cpqd.com.br

Agenda:

Evento CPqD: Práticas ilícitas: conhecer os riscos é o primeiro passo
Quando: 21 de maio – 9h30 às 12h30
Onde: IBM Client Center
Rua Tutóia, 1.157 – São Paulo – SP