Soluções para transformação digital são foco do CPqD no IoT Latin America

Nova metodologia para acelerar o desenvolvimento de aplicações de Internet das Coisas será apresentada no evento, em São Paulo

Acelerar o desenvolvimento de aplicações de Internet das Coisas (IoT, na sigla em inglês) e a utilização desse conceito nos mais diversos setores. Esse é o principal objetivo da Jornada de Transformação Digital, nova metodologia que o CPqD vai apresentar no IoT Latin America – Feira e Congresso de Internet das Coisas, que será realizado nos dias 1.º e 2 de setembro, em São Paulo.

“A transformação digital é um movimento que se apoia na aplicação da tecnologia para propiciar maior eficiência operacional, melhor experiência do usuário e geração de riqueza, seja pelo aumento da receita ou da produtividade”, afirma Flávio Andrade, coordenador das Ações em IoT do CPqD. “Isso requer, entre outros fatores, o uso massivo de sensores conectados, a evolução da infraestrutura de comunicação, a adoção de soluções capazes de processar um gigantesco volume de dados e de permitir o compartilhamento de informações relevantes”, acrescenta.

Porém, além de tecnologia, o sucesso de iniciativas nessa área depende de outro fator fundamental: o redesenho de serviços com foco no consumidor – e no cidadão. “Dessa forma, IoT encontra suas aplicações e seu valor no mercado. Seu conceito não deve ser aplicado apenas como uma tecnologia, mas, sim, como uma estratégia viabilizada por inúmeras tecnologias combinadas, de modo a transformar a maneira de fazer negócios”, explica. É com esse foco que a metodologia do CPqD se apresenta para apoiar as organizações na implantação de soluções de IoT aplicadas ao seu negócio – da identificação de oportunidades ao lançamento da inovação no mercado.

Flávio Andrade ressalva que isso não se aplica apenas ao universo corporativo, mas também aos municípios que precisam se adequar à nova realidade do mundo digital. “As cidades tornam-se inteligentes quando conseguem vencer seus principais desafios, como aumento da eficiência da gestão, melhoria da mobilidade urbana, otimização do consumo de recursos como água e energia elétrica, criação de novas formas de engajamento dos cidadãos, além de oferecer condições para incentivar o crescimento econômico.”

Outra iniciativa do CPqD é a criação de uma plataforma de IoT, baseada em um middleware de referência. “Capaz de prover uma visão abstrata de uma imensidão de dispositivos e extremamente expansível, o framework permite adaptações para diversos segmentos”, afirma Flávio. “Ainda neste ano, por exemplo, com o apoio do FUNTTEL (Fundo para o Desenvolvimento Tecnológico das Telecomunicações), ele será expandido em uma plataforma de código aberto, com forte apelo para um ecossistema de desenvolvedores de aplicações e usuários, com o objetivo de atender, inicialmente, os desafios das cidades inteligentes”, completa.

A visão de IoT do CPqD também será apresentada no 1.º Congresso Brasileiro e Latino-Americano de Internet das Coisas, que será realizado em paralelo à feira de negócios do IoT Latin America. A apresentação será feita pelo vice-presidente de Inovação Alberto Paradisi, que vai coordenar a sessão As grandes revoluções da IoT para transformar o mundo, programada para o dia 1.º/09.

Sobre o CPqD
O CPqD é uma instituição independente, com foco na inovação em tecnologias da informação e comunicação (TICs). As soluções do CPqD são utilizadas por empresas e instituições no Brasil e no mercado internacional, em setores como comunicação e multimídia, utilities, financeiro, indústrias, administração pública e defesa e segurança. Atuando há 39 anos, o CPqD conta com mais de 1.300 profissionais altamente capacitados, reconhecidos por sua criatividade e comprometimento com elevados níveis de qualidade. Possui hoje o maior programa de P&D da América Latina na sua área de atuação e tem como objetivo contribuir para a competitividade do País e a inclusão digital da sociedade, levando ao mercado tecnologias de produto, sistemas de missão crítica, serviços tecnológicos e consultorias que beneficiam grandes e pequenas empresas, aumentando a eficiência desses negócios e alavancando o empreendedorismo no Brasil.

Informações para imprensa
Pimenta Comunicação
Rosa Sposito – rosa@pimenta.com
Fone: (11) 2858-9183/ (11) 99701-0359
Alex Nicolau – alex@pimenta.com
Fone:  (11) 2858-9150
PABX: (11) 2858-9191
www.pimenta.com

Twitter da Pimenta: twitter.com/pimentacom