CPqD

Incentivos para Inovar – Fundos

Incentivos para Inovar – Fundos

EMBRAPII

O CPqD é uma Unidade EMBRAPII estabelecida desde 2014 para conduzir, no âmbito de suas áreas de atuação, projetos de inovação tecnológica com empresas interessadas. O CPqD e a EMBRAPII investem parte dos recursos necessários ao desenvolvimento tecnológico para solucionar problemas ou gerar inovações em produtos e processos da empresa demandante. Os riscos dos projetos são compartilhados com as empresas parceiras, com o objetivo de estimular a inovação e aumentar a intensidade tecnológica do setor industrial, de forma a potencializar a força competitiva das empresas, tanto no mercado interno como no mercado internacional.

A empresa parceira deve pertencer ao setor industrial (segundo a CNAE – Classificação Nacional de Atividades Econômicas, divisões 5 a 33, 62.01-5 e 62.03-1) ou ser beneficiária da Lei de Informática e ter produção no país. Quando a demanda for originada por uma empresa que não atende essas premissas, o instrumento contratual da parceria deve estipular a participação financeira e/ou técnica no projeto de empresa que atenda aos referidos requisitos.

Como características principais do modelo EMBRAPII, destacam-se:

  • Agilidade: uma característica essencial para o andamento das parcerias e atingimento dos resultados dos projetos (time-to-market).
  • Flexibilidade: para alavancar a agilidade, o CPqD, como uma Unidade EMBRAPII, dispõe de autonomia de atuação para prospecção, alocação dos recursos financeiros recebidos e execução dos projetos. A negociação (escopo, orçamento e propriedade intelectual) e a aprovação de projetos são conduzidas diretamente entre a empresa e o CPqD.
  • Acesso contínuo do CPqD a recursos financeiros não reembolsáveis da EMBRAPII, diminuindo o custo e o risco das empresas.
  • É obrigatório o cofinanciamento do projeto pela empresa parceira.

Lei de Informática

O CPqD é reconhecido pelo CATI (Comitê da Área de Tecnologia da Informação) para desenvolver projetos de Lei de Informática em parceria com empresas habilitadas.

A Lei de Informática, em vigor até 2019, confere isenção ou redução do Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI) para empresas que invistam em atividades de P&D em TICs. Os bens de informática e automação, cuja produção poderá receber os incentivos, estão listados no Decreto 7.010/2009. A empresa deve ter produção nacional e estar credenciada junto ao MCTIC/Sepin (Secretaria de Políticas de Informática).

Não há editais ou chamadas para o uso da Lei de Informática. As empresas podem usufruir os recursos advindos da isenção/redução do IPI durante todo o ano fiscal. Entretanto, ficam obrigadas a apresentar ao MCTIC, por meio eletrônico, as informações anuais sobre seus programas de pesquisa e desenvolvimento para inovação tecnológica, cujo prazo é 31 de julho do ano subsequente a cada exercício fiscal.

Solicite uma proposta

Por que o CPqD?

Centros de pesquisa aplicada

O CPqD é um dos principais centros de pesquisa aplicada e desenvolvimento tecnológico (P&D) em TICs da América Latina. Em sintonia com as necessidades da sociedade, desenvolve um amplo programa de P&D visando gerar tecnologias e soluções de vanguarda para alavancar inovações de produtos e processos nas empresas.

Histórico de sucesso

Por estar estabelecido já há 40 anos, ao longo dos quais desenvolveu um histórico de sucesso em projetos de P&D para as indústrias, seu diferencial vem de sua experiência e capacidade de gestão, além dos conhecimentos e da expertise tecnológica exigidos na produção de tecnologias e soluções inovadoras para os diferentes setores da indústria.

Agilidade e flexibilidade

Como parte de toda essa bagagem (em termos de competências, sucesso nos resultados alcançados e experiência em P&D com empresas com apoio de mecanismos públicos de incentivo à inovação), o CPqD é uma Unidade EMBRAPII (Empresa Brasileira de Pesquisa e Inovação Industrial), o que proporciona agilidade e flexibilidade no apoio financeiro não reembolsável para o compartilhamento do risco tecnológico inerente de projetos de P&D em parceria com empresas.

Incentivos para inovar – Fundos

Parcerias de P&D com a indústria e utiliza recursos de diferentes fundos de P&D (EMBRAPII, FUNTEC/BNDES, Finep, etc.), bem como recursos direcionados para a inovação, como a Lei de Informática e programas de P&D da ANEEL e da ANP

Jornada para Transformação Digital

Mas o principal diferencial do CPqD está na integração desta capacidade de desenvolver projetos de P&D (TICs) em parceria com empresas, em uma oferta de maior valor: a jornada completa para transformação digital; direcionada principalmente pela Internet das Coisas (IoT), visa ajudar as empresas a identificar oportunidades, orientar a estratégia, modelar a inovação e transformá-la em realidade quando, então, pode ser necessária a capacidade do CPqD em desenvolver projetos de P&D para gerar tecnologias (de produto) e soluções TIC.

Testes Laboratoriais

O CPqD realiza projetos de P&D e serviços tecnológicos inovadores, com excelência em nível internacional. Para isso, reúne um conjunto de laboratórios avançados e continuamente atualizados. Para conhecer nossos laboratórios, clique aqui.

Plataformas Tecnológicas

O conhecimento do CPqD está estruturado em plataformas tecnológicas. Cada uma reúne competências inter-relacionadas, que são gerenciadas e integradas para promover a inovação. Entenda melhor essa dinâmica clicando aqui.

Todos os direitos reservados ao CPqD.