Especialistas do CPQD participam de um dos principais encontros de desenvolvimento de software do país

Especialistas do CPQD participam de um dos principais encontros de desenvolvimento de software do país

Visão computacional, Blockchain e DevOps – a integração entre Desenvolvimento (Dev) e Operações de TI (Ops) que tem como objetivo aumentar a eficiência e a confiabilidade nas entregas de software. Esses foram os temas abordados pelos especialistas do CPQD no evento The Developer’s Conference (TDC), um dos principais encontros da comunidade de desenvolvimento de software do país, que aconteceu entre os dias 16 e 20 de julho, em São Paulo.

Na trilha Inteligência Artificial, Guilherme Folego, líder da plataforma tecnológica de Computação Cognitiva, fez uma apresentação sobre o tema Visão Computacional no Agronegócio, na qual falou sobre desafios, tecnologias, oportunidades e aplicações. “Já existem tecnologias de visão computacional aplicadas a alguns cenários do agronegócio, em ambiente controlado”, observou Folego. “O desafio é levá-las para o mundo real, com escala, e dispor de bases de dados anotadas e confiáveis, para a geração de algoritmos”, explicou. Folego enfatizou ainda que, para isso, é importante o apoio de um ecossistema nessa área, envolvendo produtores rurais, universidades, instituições de pesquisa e também empresas que desenvolvem soluções para o agronegócio.

Já Fernando Marino, que atua na Gerência de Soluções Blockchain, participou da trilha do TDC focada nessa tecnologia. Sua palestra, com o tema Hands-on Hyperledger Fabric, foi uma oportunidade de compartilhar conhecimento, teórico e prático, sobre esse framework da Hyperledger. “Trata-se de um framework voltado para o desenvolvimento de redes DLTs (tecnologia distribuída de livro-razão) de propósito geral, por meio de contratos inteligentes, para controlar o ciclo de vida e fazer a gestão de assets digitais, que são a representação de um bem do mundo real em uma rede Blockchain”, explicou Marino. Ele conta que, ao final do hands-on, os participantes puderam criar uma rede e uma aplicação de demonstração feita pelo CPQD, que está disponível em um repositório do github – em https://github.com/CPqD/fabric-samples/tree/master/meat-trade

Na trilha DevOps, Anderson de Amorim Silveira, da Diretoria de Operações, e Gustavo Brandão, da Diretoria de Produtos de Software, fizeram uma apresentação conjunta sobre o tema Como aplicar práticas de DevOps em um sistema monolítico de mais de 15 anos. “O objetivo da palestra foi mostrar como os conceitos de DevOps nos tem ajudado a diminuir custos em nosso fluxo de entregas com um sistema de arquitetura monolítica”, ressalta Gustavo Brandão. “Em uma das fases de entrega, conseguimos reduzir o custo de transação em 90%, por meio da implementação de automation pipeline stages”, acrescenta. Na apresentação, os dois especialistas do CPQD detalharam os conceitos e técnicas utilizados e, também, mostraram alguns resultados desse trabalho.