Laboratório de certificação em 5G do CPQD entra em operação em dezembro

A partir de 31 de janeiro de 2021, os fabricantes e fornecedores interessados em comercializar no país terminais e estações radiobase com tecnologia 5G terão de apresentar os certificados de avaliação da conformidade desses equipamentos, para homologação junto à Anatel (Agência Nacional de Telecomunicações). Com o objetivo de atender essa nova demanda do mercado, o CPQD – que há mais de 20 anos realiza ensaios em produtos de telecomunicações – irá inaugurar em dezembro seu primeiro laboratório voltado a ensaios de avaliação da conformidade de equipamentos 5G.

“Estamos investindo em uma plataforma que contempla todo o conjunto de ensaios estabelecidos pela Anatel para a certificação e homologação de telefones celulares e estações terminais de acesso (ETA) com tecnologia 5G”, afirma Luiz Rômulo Guidugli Filho, gerente de Avaliação da Conformidade do CPQD. “Assim, a partir de dezembro, estaremos prontos para realizar 100% dos ensaios exigidos pela Agência para que esses dispositivos possam ser comercializados no país”, acrescenta.

O objetivo desses ensaios, segundo a Anatel, é garantir às novas redes 5G requisitos mínimos de qualidade, segurança, interoperabilidade e proteção do espectro radioelétrico. Assim, os ensaios de avaliação da conformidade oferecidos pelo novo laboratório 5G do CPQD contemplam testes funcionais, de compatibilidade eletromagnética, de segurança elétrica e de exposição humana a campos elétricos, magnéticos e eletromagnéticos.

Mais informações pelo endereço https://bit.ly/2KP9Jdz