Pesquisa Pulse mensura a experiência dos colaboradores

O CPQD adotou uma nova ferramenta na área de gestão de pessoas, com o objetivo de acompanhar com maior frequência o nível de satisfação dos seus colaboradores. Trata-se da Pesquisa Pulse, que permite realizar medições rápidas e frequentes sobre temas específicos, de modo a facilitar a adoção de medidas para corrigir rapidamente eventuais desvios que possam impactar o clima organizacional.

“Uma das vantagens dessas medições frequentes é revelar os pontos que precisam de melhoria, de modo que a organização possa tomar medidas rápidas e, assim, melhorar a experiência dos colaboradores e manter a satisfação em nível elevado”, afirma Raquel Pieroni, diretora de Gestão Corporativa e de Pessoas do CPQD.

Com esse foco, foi realizada a primeira Pesquisa Pulse CPQD, que avaliou sete blocos de temas: condições de trabalho, liderança, orgulho de pertencer, gestão do tempo, satisfação no trabalho, desempenho profissional e comprometimento. Em cada bloco, foram apresentadas diversas perguntas que deveriam ser respondidas usando uma escala de avaliação de 1 (insatisfeito, discordo totalmente) a 5 (satisfeito, concordo plenamente).

Todos os colaboradores e estagiários foram convidados a participar da pesquisa, que aconteceu entre os meses de agosto e setembro. A média de participação foi de 370 colaboradores por etapa – a coleta das informações foi dividida em três etapas.

Na avaliação de Raquel Pieroni, os resultados das medições realizadas foram bastante satisfatórios. As maiores notas obtidas na pesquisa estão no bloco comprometimento com o CPQD, em que as respostas atingiram o índice de 4,93. As questões referentes ao orgulho de pertencer à organização também revelaram indicadores positivos. A pergunta sobre orgulho em trabalhar no CPQD alcançou a nota 4,74, enquanto a recomendação do CPQD como um excelente lugar para se trabalhar atingiu 4,63.

Outro destaque da pesquisa foi o bloco Condições de trabalho, que teve seis perguntas, com notas de 4,4 a 4,72. A questão com melhor avaliação refere-se à satisfação com as medidas adotadas pelo CPQD para o trabalho em home office parcial e integral.

A Pesquisa Pulse também apontou uma boa avaliação da atuação dos líderes, especialmente nos quesitos engajamento da equipe, comunicação e proximidade/relação humana. E, ainda, indicou que as pessoas têm conseguido fazer a gestão do seu tempo e equilibrar sua rotina de trabalho em home office.

“Ouvir nossos colaboradores nos ajuda a criar um ambiente cada vez mais favorável às pessoas e ao negócio. E os resultados obtidos nos mostram que estamos no caminho certo, proporcionando boas experiências para os nossos colaboradores que estão alinhadas à nossa cultura organizacional de resultado, engajamento e inovação”, conclui Raquel.