Trilhas tecnológicas apresentam inovações desenvolvidas no CPQD

As autoridades e demais convidados para a inauguração do Complexo Laboratorial de Conectividade do CPQD tiveram a oportunidade de conhecer as modernas instalações desse novo ambiente preparado para realizar diversos tipos de ensaios em equipamentos e redes de telecomunicações. Divididos em grupos e respeitando os protocolos de segurança para a preservação da saúde de todos, os convidados conheceram também algumas das tecnologias desenvolvidas no CPQD na área de conectividade, bem como soluções de Internet das Coisas (IoT) e Inteligência Artificial (IA).

As inovações tecnológicas foram apresentadas em seis trilhas montadas especialmente para o evento:

  • TIP Community Lab CPQD – Como Community Lab do Telecom Infra Project (TIP), o CPQD apresentou um setup OpenRAN do TIP integrado ao seu núcleo de rede, batizado de CPQD Core Network (C2N);

  • Plataforma 5G BR – Projeto que conta com recursos do FUNTTEL, tem o objetivo de desenvolver tecnologias que compõem uma rede 5G, com arquitetura aberta, virtualizada e desagregada;

  • Cooperação em 5G OpenRAN com a Nokia – Demonstração de uma rede 5G em funcionamento, com foco no desenvolvimento de casos de uso inovadores em 5G, por meio de aplicativos e soluções de Open RAN para controle inteligente de redes de acesso;

  • Programa RDS Defesa – Coordenado pelo Centro Tecnológico do Exército (CTEx), esse programa – do qual o CPQD participa desde 2012 – tem como objetivo implementar em software os componentes do sistema de radiocomunicação (usualmente construídos em hardware) para uso em computadores e/ou sistemas embarcados – o que torna o sistema de rádio programável, seguro e de fácil operação;

  • Projeto de Conectividade Rural – Apresentação de solução 4G/LTE na frequência de 250 MHz, desenvolvida em parceira com a Trópico – atualmente responsável por sua produção e comercialização – com o objetivo de levar banda larga a áreas rurais e remotas do país;

  • Soluções IoT e IA – Demonstrações de vários projetos para o agronegócio utilizando tecnologias para IoT (como a plataforma aberta dojot) e de IA (como a PlatIAgro).